Eco-Aldeia

Terrinha“A Aldeia da Mata Atlântica (AMA) é uma eco-aldeia em estágio inicial que vem realizando práticas permaculturais e implantação de sistemas agroecológicos produtivos desde a sua criação. É também um espaço sagrado de conexão e adoração a Natureza.”

Fundada em 2009 por jovens pesquisadores graduados nas diferentes áreas do conhecimento, a comunidade surgiu do desejo de serem construídas alternativas sustentáveis aos paradigmas ambientais da nossa sociedade industrial. 

Juntos, decidiram libertar um pequeno pedaço de terra (de 7,6 hectares) próximo ao vilarejo de Aldeia Velha, no interior do estado do Rio de Janeiro. Para que isso acontecesse, foi preciso repartir o valor da terra em cotas que foram dividas entre os mais de 20 membros da comunidade. Foi assim fundada a Aldeia da Mata Atlântica!

Situada próximo a Serra Mar, região preservada da mata atlântica que abriga muitos rios e espécies raras, a AMA está rodeada por algumas reservas naturais, cachoeiras e áreas de proteção ambiental, como a Reserva Mico-Leão Dourado e a RPPN Bom Retiro, entre outras.

img_3649Durante os primeiros 4 anos, desde a fundação da comunidade, foi feito um processo coordenado de regeneração para que a terra se recuperasse dos muitos anos de desgaste que sofreu.

Na área de roça, onde era feito um cultivo a base de agrotóxicos, foram feitos diversos ciclos de plantio com diferentes espécies de adubação verde (feijão de porco, guandu, crotalária, tremoço, labe-labe, etc) com o objetivo de desintoxicar o terreno. As embaúbas e outras pioneiras, a medida que foram aparecendo, demostraram de que o processo de transição agroflorestal estava avançando.

No entanto, para a continuidade do processo de estruturação da comunidade, a AMA enfrenta os mesmos desafios que outras comunidades: dificuldade em angariar fundos e em encontrar mão de obra especializada e disponível a viver plenamente essa nova realidade.

Uma estratégia que tem sido utilizada pelas comunidades para resolver esse dilema é a realização de cursos, oficinas e vivências nas próprias ecovilas. img_3917

Assim, pessoas que estão interessadas em conhecer um pouco mais estas técnicas ecológicas e permaculturais podem interagir com grupos que estão tentando implementar na prática esta transformação.  E muitas mãos se somam para construir um sonho coletivamente.

Dessa maneira, podem contribuir economicamente com a estruturação de novas comunidades ecológicas e ainda aprender técnicas sustentáveis ampliando a mão de obra especializada. Fazendo crescer o número de ecovilas e permacultores disponíveis, naturalmente, mais forte se torna essa rede de ecologia e sustentabilidade. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios