Escolas Sustentáveis

Durante o ano de 2015 foi realizado o programa Escolas Sustentáveis no município de Casimiro de Abreu (RJ).

O programa envolveu todas as escolas públicas de ensino fundamental do município e ofereceu aos alunos e profissionais da rede uma formação em Educação para a Sustentabilidade, desdobramento recente da Educação Ambiental que contempla olhares diferenciados na construção de processos de aprendizagem autônomos e integradores.

 O programa aconteceu em diferentes etapas: 

IMG_8168.jpg Inicialmente, o objetivo era elaborar um diagnóstico sócio-ambiental, junto com a comunidade escolar, revelando quais os maiores desafios e quais as potencialidades dos locais onde as escolas estavam inseridas.

 Feito o diagnóstico, foram então criados os Coletivos, ou Comunidades de Aprendizagem, responsáveis por elaborar projetos que pudessem solucionar as dificuldades encontradas na comunidade.

 As propostas elaboradas pelos Coletivos nas escolas responderam às IMG_7974.jpgdemandas encontradas nos diagnósticos realizados por elas. 

 Assim, comunidades que tinham muito problemas com a acumulação de lixo nas ruas, desenvolveram projetos de pesquisa e educação sobre a importância da reciclagem dos resíduos sólidos. Comunidades que enfrentam problemas com o desmatamento desenfreado criaram projetos de construção de viveiros e atividades de reflorestamento. Em todas as 14 escolas do município projetos foram desenvolvidos. Hortas orgânicas, reaproveitamento e reciclagem de resíduos, conservação dos mananciais d’água, preservação de animais silvestres, reflorestamento de áreas urbanas e matas ciliares, entre outros projetos.

 Aos poucos, a partir dos projetos, foram surgindo parcerias fundamentais que auxiliaram as comunidades no desenvolvimento de suas potencialidades. Novos braços estiveram presentes nas escolas, demonstrando que unidos, comunidade e escola, podem juntos se IMG_8340.jpgfortalecer na busca da sustentabilidade.

 Programas como esse são fundamentais para despertar nas crianças um nova perspectiva sobre o local onde vivem e propor a eles autonomia para solucionar as dificuldades que se apresentam. 

 São importantes também porque fazem o processo de aprendizagem ter sentido para o aluno, tomando uma forma prática. Fazem entender que é preciso desenvolver na escola novas idéias para o bairro e para a cidade. IMG_0305.jpgQue o papel da escola é formar cidadãos conscientes que tenham autonomia para recriar suas comunidades, tornando elas lugares melhores de se viver. 

 Como disse Paulo Freire: “A educação não muda o mundo, muda as pessoas. As pessoas é que mudam o mundo”. 

 É possível resolver as dificuldades que se apresentam, se todos se unirem e juntos co-criarem uma nova realidade.

Anúncios