Democracia Participativa, Consenso e Decisões Coletivas.

roda_pessoasViver em comunidade exige que as pessoas pensem coletivamente, trabalhem coletivamente, planejem coletivamente e decidam coletivamente. A solução de todos os problemas de uma Comunidade está na União compartilhada pelos seus integrantes.

Cerca de 90% das Comunidades e Ecovilas acabam, ou não alcançam seus objetivos, em razão de conflitos e questões pessoais.

Praticar a União e a Compaixão entre os integrantes de uma Comunidade é elemento fundamental para a perpetuação desta. Quanto mais unidos, mais sólidas se encontram as bases da Comunidade.

Para criar um sistema de decisões coletivas eficiente, que contemple todas as visões individuais, existem diversas práticas e ferramentas que devem ser exercitadas.

Antes de tudo, porém, todos devem mover-se da postura de adversários e abrir-se para o diálogo. Esta é uma exigência fundamental para o exercício da Democracia Participativa.

Existem algumas razões para a falência de nosso modelo democrático atual. A principal delas se deve ao fato da sua estrutura não abrir espaço para decisões coletivas. A participação popular é artificial.

consenso4A participação é uma importante forma de gerar empoderamento ao cidadão, aumentando sua responsabilidade e poder de ação, funcionando como importante cola social.

A ausência dessa participação faz com que as decisões governamentais se afastem da população que delas se beneficia. As decisões são baseadas em normas técnicas e não são ouvidas as necessidades práticas e reais dos cidadãos.

A Tomada de Decisão Coletiva é portanto um importante mecanismo para a criação de um Sistema Social profundo, que abrace os anseios pessoais de cada ser humano em sua diversidade infinda. O consenso, nesse panorama, se torna o caminho mais completo para se chegar – “à melhor decisão que todos possam aceitar”.

Mas não é fácil chegar ao consenso se todos os participantes da Comunidade em questão tiverem divergências quanto à Visão Comum e aos Objetivos da Comunidade.

reuniãoManter o foco nos interesses coletivos locais pode ser um modo prático de solução de conflitos. Mas para isso a Comunidade deve estabelecer seus Objetivos e Modos de Atuação de forma clara, de maneira que o sentimento coletivo seja interiorizado em cada um.

A votação individual, em casos de maioria absoluta (mais de 70%), pode ser eficaz. Desde que a minoria seja leal e tenha confiança na decisão da maioria.

O que não devemos deixar nunca é que uma Sociedade viva dividida. Os conflitos internos serão muito danosos para a existência Harmônica desse Sistema.

A Visão formada nas pequenas comunidades deve ser levada a integrar grupos maiores através de representantes escolhidos coletivamente. E assim sucessivamente, através de consensos, do plano local ao global, serão trabalhados coletivamente os Objetivos e a Visão de toda a Sociedade.

Anúncios